Carlos Ramiro Fensterseifer

_______________

 

Ator, diretor de teatro, figurinista e produtor

SOBRE

In.Co.Mo.De-Te

(Inconformada Companhia de Moda, Design e Teatro)

 

 

A IN.CO.MO.DE-TE (Inconformada Companhia de Moda, Design e Teatro) completará 12 anos em agosto de 2020, quando estreou seu primeiro espetáculo. A companhia é formada por um grupo de artistas: atores, diretores, designers, iluminadores, musicistas, que trabalham com diferentes linguagens e juntos montam projetos baseados no trabalho do ator. Os aparatos cênicos, os textos, a condução da direção, todos esses elementos são escolhidos de modo a compor uma estética que realce a interpretação: a essência da proposta. Outro ponto importante nas montagens do grupo é sua preocupação com questões de sustentabilidade, demonstrada nas pesquisas de materiais de figurino, cenário e adereços.

Nelson Diniz, Liane Venturella e Carlos Ramiro Fensterseifer na estreia do espetáculo Palácio do Fim (2020). Foto: Letícia Vieira.

A In.Co.Mo.De-Te já montou e produziu cinco espetáculos: O GORDO E O MAGRO VÃO PARA O CÉU (texto de Paul Auster, com direção de Liane Venturella e Nelson Diniz); DENTROFORA (baseado no texto HIDE AND SEEK, também de Paul Auster, dirigido por Carlos Ramiro Fensterseifer); A VIDA DELE (baseado nos textos Blecautes e Fantasmas do Paul Auster) com direção de Ramiro Silveira; MOVIMENTOS SOBRE RODAS PARADAS (texto de Nelson Diniz com direção de Carlos Ramiro); e PALÁCIO DO FIM (texto de Judith Thompson com direção de Carlos Ramiro). Os três primeiros espetáculos constituem o projeto DA MÃO PARA A BOCA, título homônimo da tradução brasileira que reúne uma biografia e as únicas peças escritas por Paul Auster, nas quais ele faz uma espécie de tributo a Samuel Beckett.

 

Os quatro primeiros espetáculos da companhia foram contemplados com Fundos de Incentivo à produção teatral nacionais e municipais. O espetáculo O GORDO E O MAGRO VÃO PARA O CÉU estreou em Porto Alegre em 2008, graças ao PRÊMIO FUNARTE MYRIAM MUNIZ 2007; o FUMPROARTE assegurou a montagem de DENTROFORA em 2009; em 2013, mais uma vez o PRÊMIO FUNARTE MYRIAM MUNIZ, garantiu a produção do espetáculo A VIDA DELE, estreando em julho de 2014 em Porto Alegre; MOVIMENTOS SOBRE RODAS PARADAS foi o vencedor do PRÊMIO FUNARTE MYRIAM MUNIZ 2015; e PALÁCIO DO FIM estreou em março de 2020 sem nenhum tipo de ajuda ou edital, somente com o dinheiro guardado pela própria companhia ao longo de anos.

Trajetória e Prêmios

Nosso primeiro espetáculo O GORDO E O MAGRO VÃO PARA O CÉU recebeu o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2008, tendo 5 indicações ao PRÊMIO AÇORIANOS DE TEATRO 2008 (melhor direção para Liane Venturella e Nelson Diniz, melhor ator, para Heinz Limaverde, melhor iluminação, melhor trilha sonora, vencendo a categoria de melhor ator). Com ele, participamos de alguns festivais: do PALCO GIRATÓRIO SESC POA, JANEIRO DE GRANDES ESPETÁCULOS 2009, em Recife, FESTIVAL LATINO-AMERICANO DA BAHIA 2010, PORTO ALEGRE EM CENA 2010, CAXIAS EM CENA 2010, Feira do Livro de Gravataí 2010, JANEIRO DAS GRANDES COMÉDIAS DE SÃO JOSÉ DO RIO DO PRETO 2011. Além disso, do PALCO GIRATÓRIO NACIONAL SESC 2011, como espetáculo do repertório da companhia In.Co.Mo.De-Te. Em 2012, participamos do CIRCUITO CULTURAL PAULISTA da Secretaria Estadual da Cultura do Estado de São Paulo.

Heinz Limaverde (personagem o Gordo) e Carlos Ramiro Fensterseifer (personagem o Magro) em O Gordo e o Magro vão para o Céu (2008), direção de Liane Venturella e Nelson Diniz. Foto: Kiran.

DENTROFORA foi indicado ao PRÊMIO AÇORIANOS DE TEATRO 2009 em 8 categorias (melhor espetáculo, direção, melhor ator, melhor atriz, iluminação, trilha sonora, figurino, cenário, vencendo as categorias de melhor ator e cenário). VENCEDOR DO PRÊMIO BRASKEM do Festival POA em Cena de Melhor Espetáculo e Melhor Direção 2010.

 

Esse espetáculo foi o grande responsável pela disseminação do nome da companhia em várias cidades do Brasil. Participou do Palco Giratório SESC POA, FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 2010, fez temporada em setembro de 2010 no ITAÚ CULTURAL DE SÃO PAULO, participou do PORTO ALEGRE EM CENA 2010. Foi selecionado para o PROJETO PALCO GIRATÓRIO NACIONAL SESC 2011, realizando apresentações em Fortaleza, Cuiabá, Recife, Brasília, Vitória, Curitiba, Rio de Janeiro, Manacapuru, Manaus, Porto Velho, Guaramiranga, Sobral, Londrina, Florianópolis e treze cidades do interior de Santa Catarina. Em 2011, esteve na programação da 4° EDIÇÃO DO FIAC (Festival de Artes Cênicas da Bahia) e da 4° SEMANA OUSADA DE ARTES em Florianópolis, organizada pela UDESC e UFSC. Em março de 2012, foi convidado pela FUNARTE a realizar apresentações no Teatro Dulcina dentro do PROJETO MAMBEMBÃO 2012.

 

Participante do PROJETO CENA GAÚCHA 2012, realizou apresentações em Goiânia e Brasília nos meses de maio e junho. Selecionado para realizar temporada durante o mês de outubro de 2012 no SESC CONSOLAÇÃO, e, em março de 2014, no Teatro CIT-ECUM, ambos em São Paulo. Foi eleito pela revista Veja como um dos 10 melhores espetáculos em cartaz na cidade de São Paulo. Convidado para integrar a programação da Virada Cultural 2015 da Prefeitura Municipal de São Paulo, com apresentação no SESC Ipiranga em junho de 2015.

Liane Venturella (personagem a Mulher) e Nelson Diniz (personagem o Homem) no espetáculo DentroFora (2009), direção Carlos Ramiro Fensterseifer. Foto: Alex Ramirez.

A VIDA DELE estreou no dia 26 de julho de 2014 no Theatro São Pedro em Porto Alegre, com 750 espectadores, casa lotada. Fez temporada no Teatro Renascença no mês de agosto. Foi selecionado para a 30 Bienal de Teatro em Campo Grande, X Mostra de Teatro do SESC Passo Fundo. O espetáculo recebeu 9 indicações ao Prêmio Açorianos de Teatro 2014, da cidade de Porto Alegre, (melhor espetáculo, ator, atriz, ator coadjuvante, trilha, iluminação, figurino e produção), ganhando o de melhor espetáculo pelo Júri Popular.

Em 2015, A VIDA DELE participou do festival Janeiro Brasileiro da Comédia em São José do Rio Preto, de uma turnê pelos SESCs das cidades do interior do RS: Santa Rosa, Santa Maria, Camaquã e Canoas, e integrou a programação do Palco Giratório SESC Regional, em Porto Alegre.

Pelo espetáculo A Vida Dele, Cláudia De Bem, iluminadora da companhia, recebeu o convite para participar como uma das artistas da equipe de Representação Brasileira para a seção dos países e regiões da Quadrienal de Praga: Espaço e Design da Performance de 2015, em junho.

 

Participamos do IV Festival Brasileiro de Teatro Toni Cunha em Itajaí-SC, em agosto; do 220 Porto Alegre em Cena – Festival Internacional de Artes Cênicas, em setembro, indicados ao Prêmio Braskem 2015 de melhor espetáculo, melhor direção, melhor ator, melhor atriz e prêmio destaque, ganhador da última categoria pela iluminação do espetáculo; e do Pau Brasil – Festival do Teatro Nacional, em outubro, em Ouro Branco.

Nelson Diniz (personagem Preto), Liane Venturella (personagem Verde), Carlos Ramiro Fensterseifer (personagem Azul) no espetáculo A Vida Dele (2014), direção de Ramiro Silveira. Foto: Cláudio Etges.

Em 2016, foi realizada uma parceira entre a In.Co.Mo.De-Te e a Cida Cultural Produções Artísticas resultando no patrocínio da Petrobrás para fazer uma temporada de seu espetáculo DENTROFORA em Natal e João Pessoa. No mesmo ano, tivemos a bela notícia de termos recebido o Prêmio FUNARTE Myriam Muniz 2015 para realizar nossa nova montagem: MOVIMENTOS SOBRE RODAS PARADAS. O espetáculo fez duas temporadas no estacionamento do Teatro de Câmara e recebeu 7 indicações ao Prêmio Açorianos de Teatro 2016 (melhor espetáculo, direção, atriz, figurino, cenografia, dramaturgia e produção). Movimentos fez parte da programação do 240 Porto Alegre em Cena, em setembro de 2017. E foi selecionada para o Festival Palco Giratório SESC Regional de Porto Alegre 2020.

 

Em 2018, a companhia comemorou seus 10 anos apresentando todo o seu repertório durante duas semanas do mês de agosto em cartaz no Theatro São Pedro de Porto Alegre. Também participou do Novembro das Artes com os espetáculos O Gordo e o Magro vão para o Céu, DentroFora e Movimentos sobre Rodas Paradas, realizado no Centro Municipal da Cultura a partir da união de alguns grupos de teatro como um movimento de resistência das artes na cidade de Porto Alegre.

Carlos Ramiro Fensterseifer (personagem o Magro) e Fábio Cuelli (personagem o Gordo) no espetáculo O Gordo, o Magro e o Muro (2018), direção de Liane Venturella e Nelson Diniz. Foto: Regina Peduzzi Protskof.

Sua última montagem foi o premiado texto da dramaturga canadense Judith Thompson, PALÁCIO DO FIM, parceria entre a In.Co.Mo.De-Te e a Primeira Fila Produções. Estreamos no dia 12 de março na Galeria La Photo e cumprimos somente um final de semana de temporada, já que no dia 13 foi decretado o fechamento de todos os espaços públicos estaduais e municipais para espetáculos com mais de 30 pessoas, por causa do Coronavírus. Com isso, reduzimos a quantidade de espectadores para 25 pessoas e conseguimos finalizar somente um único final de semana. 

 

O espetáculo foi financiado pela própria companhia sem nenhum tipo de ajuda ou contribuição, esperando que a bilheteria nos ajudasse a pagar os custos do espetáculo, sem podermos realizar as apresentações tivemos um enorme rombo nos bolsos de todos, já que investimos tudo o que tínhamos no espetáculo. É importante também ressaltar que fizemos o espetáculo em um espaço alternativo, a Galeria La Photo, já que os espaços municipais e estaduais da cidade de Porto Alegre estão sucateados e não conseguem abrigar a enorme quantidade de espetáculos e companhias da cidade, o que nos gerou um custo muito maior de estruturação desse espaço.

Liane Venturella (personagem Nehrjas), Fabiane Severo (personagem Lynndie - participação especial) e Nelson Diniz (personagem David Kelly) no espetáculo Palácio do Fim (2020), direção de Carlos Ramiro Fensterseifer. Foto: Regina Peduzzi Protskof.

© 2015 pela COMPANHIA In.Co.Mo.De-Te. Orgulhosamente criado por Wix.com

Rua Visconde do Herval, 1216 - Menino Deus - CEP: 90130-150 - Porto Alegre - RS | Tel: (51) 99575.5094

  • w-facebook
  • Instagram - White Circle